10 de nov de 2007

DELIMITAÇÃO DA FREGUESIA DE S. JULIÃO

* “Por uma linha a partir do Oceano Atlântico, pelo eixo da Ponte do Galante (limite da freguesia de Buarcos), seguindo pelo eixo da ribeira do Galante, caleira de alvenaria da pro­priedade Soto Maior, que é continuação da mesma ribeira, até ao final dela, inflectindo depois para nascente até encon­trar o muro poente daquela propriedade, seguindo até ao extremo norte até à Rua Soto Maior, daqui em linha recta até ao eixo do caminho público que limita o Seminário (antigo Colégio Mendes Pinheiro) pelo lado norte, continuando sem­pre pelo eixo dêste caminho, contornando a propriedade de José Rodrigues e Quinta da Boa Vista até à estrada da Vár­zea, continuando pelo eixo desta estrada em direcção ao nas­cente, passando pela ponte do lavadouro até encontrar a estrada nacional nº 50-2.ª (cruzamento do caminho que segue para o Casal da Robala): dêste cruzamento segue em linha recta até ao cunhal noroeste do Cemitério Oriental, seguindo o muro que o veda pelo lado norte até ao cunhal nordeste do mesmo Cemitério e daqui em linha recta até ao eixo do pontão do caminho de ferro da Beira Alta, próximo do Lavadouro da Salmanha, e daqui pelo eixo do ribeiro até ao pontão da estrada municipal da Figueira da Foz à estação de Fontela e dêste pontão em linha recta até ao rio Mondego, que atravessa, na direcção do cunhal sueste do Campo da Aviação Humberto Cruz, prolongando-se atéao centro do braço sul do rio Mondego, e daqui, pelo eixo deste braço do rio para o norte, até ao eixo do braço norte do mesmo rio, inflectindo para o poente até encontrar o Oceano Atlântico”.

* Decreto lei nº 29592 de 13 de Maio de 1939